I Crônicas

Capítulo: 20

1-3Na primavera, quando os reis costumam sair para a guerra, Joabe comandou o exército num ataque contra os amonitas. Mas Davi, dessa vez, ficou em Jerusalém, enquanto Joabe cercava a cidade de Rabá e a invadia, deixando-a em ruínas. Davi tirou a coroa da cabeça do rei dos amonitas. Ela pesava trinta e cinco quilos de ouro, era enfeitada com pedras preciosas e foi posta na cabeça de Davi. Ele também se apossou de muitos bens da cidade e submeteu a população a trabalhos forçados com serras, picaretas e machados. Foi isso que aconteceu com os amonitas. Depois, Davi e seu exército voltaram para Jerusalém.

4-8Depois de um tempo, houve guerra contra os filisteus, em Gezer. Na época, Sibecai, de Husate, matou Sipai, um descendente de gigantes, e os filisteus foram subjugados. Em outro conflito contra os filisteus, Elanã, filho de Jair, matou Lami, irmão de Golias, o geteu, cuja lança era como uma lançadeira de tecelão. Depois, em outro conflito, em Gate, havia um gigante que tinha vinte e quatro dedos, seis em cada mão e em cada pé. Ele também era descendente de Rafa. Ele zombou de Israel, e Jônatas, filho de Simeia, irmão de Davi, o matou. Todos esses eram descendentes de gigantes e foram mortos por Davi e seus soldados.