I João

Capítulo: 1

1-2Desde o primeiro dia, estávamos lá, participando de tudo — ouvimos com nossos ouvidos, vimos com os próprios olhos, tocamos com as mãos. A Palavra da Vida se manifestou bem diante de nós. Somos testemunhas oculares! Agora, sem floreios, contamos tudo a vocês. O que testemunhamos foi simplesmente incrível: a infinita Vida do próprio Deus tomou forma diante de nós.

3-4Nós o vimos e o ouvimos e agora estamos contando a vocês, para que, como nós, tenham a experiência da comunhão com o Pai e o Filho, Jesus Cristo. A razão de eu estar escrevendo é apenas esta: queremos que vocês desfrutem isso também. A alegria de vocês duplicará a nossa!

ANDAR NA LUZ

5Esta é, em essência, a mensagem que ouvimos de Cristo e passamos a vocês: Deus é luz, pura luz; nele não há nem um traço de escuridão.

6-7Se afirmarmos que andamos com ele e continuamos a tropeçar por falta de luz, obviamente estamos mentindo — não vivemos o que afirmamos. Mas, se andarmos na luz, como o próprio Deus é luz, vamos experimentar também uma vida de comunhão uns com os outros, enquanto o sangue derramado de Jesus, o Filho de Deus, nos purifica de todo o nosso pecado.

8-10Se afirmarmos que estamos livres do pecado, estaremos apenas enganando a nós mesmos. Uma declaração dessas é um erro absurdo. Mas, se admitirmos nossos pecados e os confessarmos, ele não vai deixar de nos atender: ele é fiel a si mesmo. Ele perdoará nossos pecados e nos purificará de todo erro. Se afirmarmos que nunca pecamos, contradizemos Deus — fazemos dele um mentiroso. Uma declaração dessas simplesmente revela nossa ignorância a respeito de Deus.