Isaías

Capítulo: 18
O POVO PODEROSO E IMPIEDOSO

1-2Ai da terra das moscas e dos mosquitos além dos rios da Etiópia, Enviando emissários a todo o mundo, descendo os rios e atravessando os mares. Corram, velozes mensageiros, vão a esse povo alto e vistoso, Esse povo respeitado em todos os lugares, esse povo poderoso e impiedoso, da região repleta de rios.

3Atenção todos, em todos os lugares, todos os habitantes da terra: Quando virem uma bandeira tremulando sobre o monte, olhem! Quando escutarem a trombeta tocar, ouçam!

4-6Pois foi isto o que o Eterno me disse: “Não vou falar nada, apenas olhar, de onde habito, Silencioso como o calor que vem do Sol, sem alarde, como o orvalho durante a colheita”. E logo antes da colheita, depois que a flor se transformar em uva madura, Ele vai intervir e podar os brotos novos e, sem dó nem piedade, cortar os galhos que estão crescendo. Vai deixá-los amontoados no chão, para que as aves e os animais se alimentem deles — Forragem para as aves no verão, forragem para os animais no inverno.

7Então, a honra será dada ao Senhor dos Exércitos de Anjos, honra prestada por esse povo alto e vistoso, Esse povo antes respeitado em todos os lugares, esse povo antes poderoso e impiedoso, Da região riscada de rios, para o monte Sião, o lugar do Eterno.