Isaías

Capítulo: 64
PODEMOS SER SALVOS

1-7Oh, se rompesses os céus e descesses, fazendo os montes tremer na tua presença, Como quando uma floresta é incendiada ou quando o fogo faz a água ferver na panela, Para que teus inimigos te enfrentem e as nações tremam nas suas botas! Fizeste coisas terríveis, que jamais esperaríamos, desceste e fizeste os montes tremer na tua presença. Desde antes do início do tempo, ninguém imaginou, Nenhum ouvido ouviu e olho algum viu um Deus como tu, que trabalhas para o bem daqueles que confiam em ti. Tu vais ao encontro daqueles que com alegria agem com retidão, que conhecem tua maneira de agir. Mas como estás irado conosco! Existe alguma esperança para nós? Podemos ser salvos? Fomos todos infectados pelo pecado, contaminados. Nossos melhores esforços só fazem sujar a roupa. Secamos como folhas no outono, por causa do nosso pecado, e somos levados pelo vento. Ninguém ora mais a ti nem faz esforço algum para te alcançar Porque te afastaste de nós. Deixaste-nos amargando o nosso pecado.

8-12Ainda assim, ó Eterno, tu és nosso Pai. Nós somos o barro, tu és o oleiro: somos o que nos fizeste. Controla tua ira, ó Eterno. Não guardes para sempre o registro das nossas maldades. Não te esqueças de que somos teu povo — todos nós. Tuas cidades santas são agora cidades-fantasma: Sião é uma cidade-fantasma, Jerusalém é um campo de ervas daninhas. Nosso santo e belo templo, que nossos antepassados encheram com louvores a ti, Foi incendiado, e nossos belos jardins e praças estão em ruínas. Diante de tudo isso, continuarás aí, sentado e imóvel, ó Eterno? Não dirás alguma coisa? Já não acabaste com nossa vida?