Neemias

Capítulo: 3

1-2O sacerdote principal Eliasibe e seus colegas sacerdotes logo se prontificaram. Começaram a trabalhar na Porta das Ovelhas. Restauraram as portas e fixaram-nas nos batentes. Depois, seguiram até a torre dos Cem e a torre de Hananeel. Os homens de Jericó trabalhavam com eles. Ao lado deles, Zacur, filho de Inri.

3-5A Porta do Peixe foi construído pelos irmãos Hassenaá. Eles o restauraram, o encaixaram nos batentes e instalaram as trancas e as travas de segurança. Meremote, filho de Urias, filho de Hacoz, trabalhou do lado dele. Ao seu lado, Mesulão, filho de Berequias, filho de Mesezabel; depois, Zadoque, filho de Baaná; ao lado dele, os tecoítas, exceto os nobres, que se recusavam a sujar as mãos.

6-8A Porta de Jesana foi restaurada por Joiada, filho de Paseia, e por Mesulão, filho de Besodias. Eles o restauraram, o encaixaram nos batentes e instalaram as trancas e as travas de segurança. O gibeonita Melatias, o meronotita Jadom e os homens de Gibeom e de Mispá, lugares que estavam sob a jurisdição do governador da província além do Eufrates, trabalharam com eles. Uziel, filho de Haraías, um dos ferreiros, trabalhou do lado deles, e, a seu lado, Hananias, um perfumista. Eles reconstruíram os muros de Jerusalém até o muro Largo.

9-10O trecho seguinte foi construído por Refaías, filho de Hur, governador da metade de Jerusalém. Ao lado dele, Jedaías, filho de Harumafe, reconstruiu a frente de sua casa. Hatus, filho de Hasabneias, trabalhou do lado dele.

11-12Malquias, filho de Harim, e Hassube, filho de Paate Moabe, reconstruíram outro trecho, que incluía a torre dos Fornos. Ao lado deles, Salum, filho de Haloês, governador da outra metade de Jerusalém, trabalhou com suas filhas.

13A Porta do Vale foi reconstruída por Hanum e pelos moradores de Zanoa. Eles a restauraram, a puseram nos batentes e instalaram as trancas e as travas de segurança. Reconstruíram também quatrocentos e cinquenta metros do muro, até a Porta do Esterco.

14A Porta do Esterco foi reconstruída por Malquias, filho de Recabe, governador do distrito de Bete Haquerém. Ele a restaurou, a pôs nos batentes e instalou as trancas e as travas de segurança.

15A Porta da Fonte foi reconstruída por Salum, filho de Col Hozé, governador do distrito de Mispá. Ele a restaurou, a cobriu, a pôs nos batentes e instalou as trancas e as travas de segurança. Também reconstruiu o muro do tanque de Siloé, que fica no jardim do rei, até os degraus que descem da Cidade de Davi.

16Depois dele, Neemias, filho de Azbuque, governador da metade do distrito de Bete Zur, trabalhou desde o trecho diante do túmulo de Davi até o tanque artificial e a casa dos soldados.

17-18Em seguida, estavam os levitas sob o comando de Reum, filho de Bani. Ao lado deles, Hasabias, governador da metade do distrito de Queila, representou aquela região. Depois, seus irmãos continuaram reconstruindo, sob o comando de Binui, filho de Henadade, governador da outra metade do distrito de Queila.

19-23O trecho que se estende desde a subida do depósito de armas até a esquina do muro foi reconstruído por Ézer, filho de Jesua, governador de Mispá. O trecho desde a esquina até a porta da casa do sacerdote principal Eliasibe foi reconstruído por Baruque, filho de Zabai. Meremote, filho de Urias, filho de Hacoz, trabalhou desde a porta até o final da casa de Eliasibe. Os sacerdotes da vizinhança continuaram dali. Benjamim e Hassube reconstruíram o trecho do muro diante das suas casas, e Azarias, filho de Maaseias, filho de Ananias, trabalhou do lado das residências.

24-27O trecho desde a casa de Azarias até a esquina foi reconstruído por Binui, filho de Henadade. Palal, filho de Uzai, trabalhou do outro lado da esquina e da torre que fica no palácio superior do rei, perto do pátio da guarda. Ao lado dele, Pedaías, filho de Parós, e os servidores do templo que viviam na colina de Ofel reconstruíram desde a Porta das Águas para o leste até a torre alta. Os homens de Tecoa reconstruíram o trecho desde a grande torre até o muro de Ofel.

28-30Os sacerdotes trabalharam no lado de cima da Porta dos Cavalos. Cada sacerdote reconstruiu o trecho em frente da sua casa. Depois, Zadoque, filho de Imer, reconstruiu em frente da sua casa e, em seguida, Semaías, filho de Secanias, o guarda da Porta Oriental. Depois, Hananias, filho de Selemias, e Hanum, o sexto filho de Zalafe; em seguida, Mesulão, filho de Berequias, reconstruiu o muro diante do seu galpão.

31-32O ferreiro Malquias reconstruiu o muro até o alojamento dos servidores do templo e dos comerciantes, desde a altura da Porta da Inspeção até a guarita da esquina. Os ferreiros e os comerciantes reconstruíram o trecho que fica entre a guarita da esquina e a Porta das Ovelhas.