Números

Capítulo: 1
O CENSO NO DESERTO DO SINAI

1-5O Eterno falou a Moisés no deserto do Sinai, na Tenda do Encontro, no primeiro dia do segundo mês, no segundo ano após a saída do Egito. Ele disse: “Conte a congregação de Israel por clãs e famílias, anotando os nomes de todos os homens. Você e Arão devem registrar, grupo por grupo, todos os homens com 25 anos ou mais que estejam aptos a alistar-se no exército. Escolham a um homem de cada tribo, que seja o líder da sua família, para ajudar vocês. Estes são os nomes de seus novos auxiliares: de Rúben: Elizur, filho de Sedeur;

6de Simeão: Selumiel, filho de Zurisadai;

7de Judá: Naassom, filho de Aminadabe;

8de Issacar: Natanael, filho de Zuar;

9de Zebulom: Eliabe, filho de Helom;

10dos filhos de José: de Efraim: Elisama, filho de Amiúde, de Manassés: Gamaliel, filho de Pedazur;

11de Benjamim: Abidã, filho de Gideoni;

12de Dã: Aieser, filho de Amisadai;

13de Aser: Pagiel, filho de Ocrã;

14de Gade: Eliasafe, filho de Deuel;

15de Naftali: Aira, filho de Enã”.

16Esses foram os homens escolhidos da congregação, líderes de suas tribos, chefes das divisões militares de Israel.

17-19Moisés e Arão convocaram os homens que foram nomeados para ajudá-los e reuniram toda a congregação no primeiro dia do segundo mês. Todos os israelitas se registraram em suas tribos, de acordo com a família de seus antepassados, anotando o nome dos que tinham 25 anos ou mais, como o Eterno havia ordenado a Moisés. Ele os contou no deserto do Sinai.

20-21Os descendentes de Rúben, primeiro filho de Israel: os homens foram contados um a um, todos os homens com 25 anos ou mais que fossem capazes de combater no exército, registrados por tribo de acordo com a família dos seus antepassados. A tribo de Rúben registrou 46.500.

22-23Os descendentes de Simeão: os homens foram contados um a um, todos os homens com 25 anos ou mais que estivessem aptos a combater no exército, registrados por clãs e famílias. A tribo de Simeão registrou 59.300.

24-25Os descendentes de Gade: os homens foram contados um a um, todos os homens com 25 anos ou mais que estivessem aptos a combater no exército, registrados por clãs e famílias. A tribo de Gade registrou 45.650.

26-27Os descendentes de Judá: os homens foram contados um a um, todos os homens com 25 anos ou mais que estivessem aptos a combater no exército, registrados por clãs e famílias. A tribo de Judá registrou 74.600.

28-29Os descendentes de Issacar: os homens foram contados um a um, todos os homens com 25 anos ou mais que estivessem aptos a combater no exército, registrados por clãs e famílias. A tribo de Issacar registrou 54.400.

30-31Os descendentes de Zebulom: os homens foram contados um a um, todos os homens com 25 anos ou mais que estivessem aptos a combater no exército, registrados por clãs e famílias. A tribo de Zebulom registrou 57.400.

32-33Os descendentes de José. De Efraim, os homens foram contados um a um, todos os homens com 25 anos ou mais que estivessem aptos a combater no exército, registrados por clãs e famílias. A tribo de Efraim registrou 40.500.

34-35De Manassés, os homens foram contados um a um, todos os homens com 25 anos ou mais que estivessem aptos a combater no exército, registrados por clãs e famílias. A tribo de Manassés registrou 32.200.

36-37Os descendentes de Benjamim: os homens foram contados um a um, todos os homens com 25 anos ou mais que estivessem aptos a combater no exército, registrados por clãs e famílias. A tribo de Benjamim registrou 35.400.

38-39Os descendentes de Dã: os homens foram contados um a um, todos os homens com 25 anos ou mais que estivessem aptos a combater no exército, registrados por clãs e famílias. A tribo de Dã registrou 62.700.

40-41Os descendentes de Aser: os homens foram contados um a um, todos os homens com 25 anos ou mais que estivessem aptos a combater no exército, registrados por clãs e famílias. A tribo de Aser registrou 41.500.

42-43Os descendentes de Naftali: os homens foram contados um a um, todos os homens com 25 anos ou mais que estivessem aptos a combater no exército, registrados por clãs e famílias. A tribo de Naftali registrou 53.400.

44-46Esse é o número dos registrados por Moisés e Arão, registrados com a ajuda dos líderes de Israel, doze homens, cada um representando a família de seus antepassados. O número total do povo de Israel de todos os homens com 25 anos ou mais que estivessem aptos a combater no exército, contados por famílias dos antepassados, foi de 603.550.

47-51Os levitas não foram contados com os outros. O Eterno disse a Moisés: “A tribo de Levi é uma exceção: não a registre. Não conte a tribo de Levi nem a inclua no censo geral do povo de Israel. Em vez disso, designe os levitas para que tomem conta da Tenda que guarda as tábuas da aliança — de todos os utensílios e de tudo que esteja associado a ela. A tarefa deles é carregar a Tenda e seus utensílios, cuidar dela e acampar em torno dela. Na hora de transportar a Tenda, os levitas deverão desmontá-la e, quando estiver na hora de montá-la, os levitas o farão. Qualquer outra pessoa que chegar perto da Tenda deverá morrer.

52-53“O restante do povo de Israel armará suas tendas por divisões: cada homem e seu acampamento sob sua bandeira. Mas os levitas armarão suas tendas em volta da Tenda que guarda as tábuas da aliança, para que a ira do Eterno não caia sobre a comunidade de Israel. Os levitas são os responsáveis pela segurança da Tenda que guarda as tábuas da aliança”.

54O povo de Israel fez tudo que o Eterno ordenou a Moisés.