Provérbios

Capítulo: 14
UM CAMINHO QUE CONDUZ AO INFERNO

1A mulher sábia constrói seu lar, mas a insensata derruba o seu com as próprias mãos.

2Quem vive honestamente respeita o Eterno, mas quem se desvia de seus caminhos vira a cara para ele.

3A conversa fútil provoca sorrisos irônicos, mas o discurso sábio inspira respeito.

4Se não há bois, não há colheita: pois a boa colheita requer um boi forte para o arado.

5A testemunha verdadeira nunca mente, mas a testemunha falsa respira mentira!

6O zombador procura sabedoria em todo lugar e nunca encontra, mas o que tem discernimento topa com ela na porta de casa!

7Fique longe do insensato: pois é um desperdício de tempo ouvir o que ele diz.

8A sabedoria do sábio o mantém no caminho; a estupidez dos insensatos leva-os ao engano.

9O insensato ridiculariza a diferença entre o certo e o errado, mas o justo tem vontade de fazer o bem.

10Quem evita os amigos na hora em que eles têm dificuldade não será recebido quando eles comemorarem com alegria.

11A vida dos que praticam a maldade é como uma casa caindo aos pedaços, mas o viver santificado é como uma cabana bem construída, que nunca se abala.

12-13Há um estilo de vida que parece inofensivo; preste atenção: pois conduz à morte. Por trás do sorriso e da diversão, há muita tristeza e sofrimento.

ESCOLHA E PONDERE CADA PALAVRA

14O perverso recebe o troco em maldade, mas o homem bom recebe a graça como recompensa.

15O inexperiente acredita em tudo que lhe dizem, mas o prudente escolhe e pondera cada palavra.

16O sábio vigia seus passos e evita o mal, mas o insensato é teimoso e negligente.

17O impaciente comete loucuras e depois se arrepende; quem não tem compaixão é tratado com indiferença.

18O insensato vive num mundo de ilusão, mas o sábio tem os pés no chão.

19No devido tempo, o mal pagará tributo ao bem; e o perverso se curvará diante de quem é leal a Deus.

20O pobre é evitado por todos, mas todos querem ser amigos do rico.

21É pecado ignorar o vizinho em dificuldades, mas estender a mão ao necessitado — que privilégio!

22Não é evidente que os maus estão completamente perdidos, Enquanto os que praticam o bem ganham o respeito e a confiança dos outros?

23O trabalho pesado paga as contas, mas a conversa fiada não põe comida na mesa.

24Os sábios acumulam sabedoria com o passar do tempo, mas os insensatos só acumulam estupidez.

25O testemunho verdadeiro salva vidas, mas o testemunho falso só engana.

26Quem teme o Eterno tem plena segurança, pois ele protege os seus filhos.

27O temor do Eterno é uma fonte de vida que evita a morte, como águas cristalinas que lavam a lama suja.

28O bom líder tem seguidores leais, mas sem seguidor a liderança não é nada.

29Quem tem entendimento sabe controlar a ira, mas quem se precipita só mostra estupidez.

30Um coração em paz dá saúde ao corpo, mas a inveja corrói os ossos.

31Quem explora o necessitado insulta o Criador, mas quem é bondoso para com o pobre honra Deus.

32O perverso ficará ao relento por causa da própria maldade, mas o justo encontrará proteção até diante da morte.

33A sabedoria está no coração de quem tem entendimento, mas o insensato nem de longe pode vê-la.

34A devoção a Deus torna o país mais forte; a rejeição a Deus traz desgraça ao povo.

35O trabalhador proativo recebe muitos elogios, mas o que faz um trabalho vergonhoso merece dura repreensão.