Salmos

Capítulo: 108
UMA ORAÇÃO DE DAVI

1-2Estou preparado, ó Deus, muito bem preparado, preparado da cabeça aos pés. Estou pronto para cantar, para entoar uma canção a Deus: “Desperte, alma! Desperte, violão! Desperte, Sol dorminhoco!”

3-6Ando pelas ruas, ó Deus, na cidade e no campo, cantando louvores de gratidão a ti. Quanto mais profundo o teu amor, mais alto também: cada nuvem é uma bandeira à tua fidelidade. Que tu sejas exaltado nos céus, ó Eterno! Cobre a terra toda com tua glória! E, para o bem daquele que amas tanto, passa por aqui e me ajuda — responde-me!

7-9Foi quando Deus, em santo esplendor, respondeu: “Transbordante de alegria, Eu trouxe um presente para Siquém: distribuí o vale de Sucote como uma dádiva. Gileade é meu bolso, sem falar em Manassés. Efraim é meu capacete, Judá é meu martelo. Moabe é um balde velho — com ele esfrego o chão. Cuspo em Edom, faço chover fogos de artifício sobre a Filístia”.

10-11Quem me levará ao meio da luta? Quem me mostrará o caminho para Edom? Tu não estás desistindo de nós, estás? Vais te recusar a sair com nossas tropas?

12-13Ajuda-nos nesta árdua tarefa: o auxílio humano é inútil. Em Deus, faremos o melhor possível. Ele aniquilará a oposição para sempre.