Salmos

Capítulo: 120
UM CÂNTICO DE PEREGRINAÇÃO

1-2Estou em apuros e clamo ao Eterno, desesperado por uma resposta: “Livra-me dos mentirosos, ó Deus! Eles sorriem com doçura, mas mentem descaradamente”.

3-4Acaso vocês sabem o que os aguarda ali adiante, bando de falsos? Flechas bem afiadas e brasas ardentes serão a recompensa de vocês.

5-7Sinto-me infeliz por viver em Meseque, maldito por ter casa em Quedar. A vida inteira vivi em constante disputa no meio de gente má, que só quer briga. Sou a favor da paz, mas, no instante em que disser isso a eles, a guerra está declarada!