Salmos

Capítulo: 142
UMA ORAÇÃO DE DAVI — QUANDO ELE ESTAVA NA CAVERNA

1-2Clamo em alta voz ao Eterno! Em alta voz, suplico por sua misericórdia. Apresento todas as minhas queixas a ele e exponho meus problemas nos mínimos detalhes:

3-7“Quando mergulho no desespero, meu espírito enfraquece, e tu sabes como me sinto. Sabes do perigo que estou correndo, das armadilhas escondidas no caminho. Olho para a direita e para a esquerda: não há uma alma que se preocupe com o que acontece! Eu protesto, mas sem êxito: sinto-me abandonado. Então, clamo ao Eterno: ‘Tu és minha última chance, minha única esperança!’. Ouve, por favor! Nunca fiquei assim. Livra-me dos que me perseguem! Não sou páreo para eles. Tira-me desta prisão, para que eu te agradeça em público! Teu povo fará um círculo em torno de mim, e tu me trarás chuvas de bênçãos!”