Salmos

Capítulo: 21
UM SALMO DE DAVI

1-7Tua força, ó Eterno, é a força do rei. Depois de socorrido, ele te louva em voz alta. Atendeste aos desejos dele, sem reter coisa alguma. Encheste as mãos dele de presentes; deste a ele uma recepção magnífica. Ele queria uma vida tranquila, e a obteve de ti; conseguiu mais ainda: uma vida longa. Tu o elevaste às alturas, com o brilho de uma nuvem majestosa, depois o vestiste com as cores do arco-íris. As bênçãos se acumulam sobre ele; tu o alegras quando sorris. Não é de admirar, portanto, que o rei ame o Eterno, que esteja apegado ao Melhor.

8-12Um exército de inimigos de um lado, e uma multidão mal-intencionada de outro, Mas emana de ti uma irradiação tão poderosa que eles se retorcem como folhas diante do fogo. A fornalha os engolirá inteiros, o fogo os devorará vivos! Assim, purificas o mundo de seus descendentes, acabarás por completo com eles. Todos os esquemas malignos e os golpes que preparam se desfazem como vapor. Eles batem em retirada, porque não conseguiriam te enfrentar.

13Mostra tua força, ó Eterno, para que ninguém deixe de percebê-la. Ao cantarmos, espalharemos as boas notícias!