Salmos

Capítulo: 65
UM SALMO DE DAVI

1-2O silêncio é louvor para ti, ó Deus, que habitas em Sião, Assim como a obediência. Tu ouves a oração de todos ali.

2-8Cedo ou tarde, chegamos todos à tua porta carregados de culpa. Quanto aos nossos pecados, que são muitos, tu mesmo te livras deles de uma vez por todas. Abençoados são os escolhidos! Abençoado o hóspede em tua casa! Há sempre uma porção de coisas boas na tua casa, na mansão celestial. As maravilhas da tua salvação estão expostas na tua sala. Tu que domas a terra e controlas os mares e oceanos, Tu que fendes as montanhas e as colinas, Que acalmas as tempestades, o ímpeto das ondas e o tumulto das multidões. De todos os lugares, eles chegarão a ti e ficarão encantados, maravilhados. O amanhecer e o anoitecer se revezam, chamando: “Venham e adorem”.

9-13Visitas a terra e pedes a ela para se juntar à dança! Tu a enfeitas com as chuvas da primavera, enches o rio de Deus com águas vivificantes. Pintas de dourado os campos de trigo. A Criação foi feita para isso! Regas os campos arados, molhas as glebas de terra. Usando a chuva como rasteio, tu a fazes brotar e frutificar. Coroas os picos de neve com esplendor e espalhas pétalas de rosas pelo caminho — Nos prados selvagens, há pétalas de rosa. Mandas as colinas dançar, Vestes os campos com ovelhas, e os vales, de trigo. Que eles gritem de alegria! Que eles exultem e cantem!