Salmos

Capítulo: 84
UM SALMO DE CORÉ

1-2Que bela casa, Senhor dos Exércitos de Anjos! Eu sempre quis morar num lugar assim! Sempre sonhei com um quarto em tua casa, onde eu pudesse cantar de alegria ao Deus vivo!

3-4Os passarinhos encontram espaço em tua casa; os pardais e as andorinhas fazem ninhos nos beirais. Eles botam ovos e criam seus filhotes, cantando tuas canções no lugar em que adoramos. Senhor dos Exércitos de Anjos! Rei! Deus! Como são abençoados por viver e cantar ali!

5-7Como são abençoados todos aqueles em quem habitas: a vida deles é a estrada pela qual transitas. Eles passeiam por vales solitários, descobrem riachos e encontram fontes frescas e lagoas transbordantes de chuva! Guiadas por Deus, essas estradas contornam as montanhas e, lá em cima, convergem em Sião! Deus está à vista!

8-9Ouve, ó Senhor dos Exércitos de Anjos! Ó Deus de Jacó, abre os ouvidos — estou orando! Observa nossos escudos, reluzindo ao sol, nossa face brilhando com tua unção.

10-12Um dia passado em tua casa, neste lindo lugar de adoração, é melhor que várias temporadas nas ilhas mais belas. Prefiro esfregar o chão da casa do meu Deus a ser honrado no palácio do pecado. O Eterno é todo luz e soberania, generoso e glorioso. Ele não pressiona seus companheiros de viagem. Com o Senhor dos Exércitos de Anjos a travessia é tranquila.