Salmos

Capítulo: 91

1-13Você, que se senta na presença do Deus Altíssimo e passa a noite à sombra do Todo-poderoso, Diga assim: “Deus, tu és meu refúgio. Confio em ti e estou seguro!” Isso mesmo. Ele protege você das armadilhas e o defende de perigos mortais. Seus enormes braços estendidos são como um escudo: atrás deles, você está seguro. Eles evitarão que você seja ferido. Não precisa ter medo de nada: nem de assaltos à noite, nem de flechas voando de dia, Nem da doença que ronda pela escuridão, nem do desastre que irrompe ao meio-dia. Ainda que outros morram à sua volta e caiam por todos os lados, você não sofrerá nem um arranhão. Você será protegido, e, de longe, verá os ímpios serem punidos. Sim, porque o Eterno é seu refúgio; o Deus Altíssimo, seu abrigo. O mal não conseguirá chegar perto de você, a iniquidade não passará da porta. Ele ordenou a seus anjos que o guardem para onde quer que você vá. Se tropeçar, eles o segurarão: o trabalho deles é evitar que você caia. Você caminhará tranquilo entre leões e cobras, pisará neles, e nada acontecerá.

14-16“Se você se apegar a mim para salvar a vida”, diz o Eterno, “tirarei você de qualquer problema. Se você aprender a confiar em mim, cuidarei de você como ninguém. É só me chamar, que eu respondo: ficarei ao seu lado nas horas ruins, resgatarei você e depois darei uma festa em sua honra. Eu o presentearei com uma vida longa, e a você mostrarei a minha salvação”.